Império da Tijuca promove feijoada e anuncia enredo para carnaval 2023

O domingo foi completo no bairro da Tijuca, a império da Tijuca escola tradicional do morro da formiga promoveu uma bela feijoada para apresentar seu enredo. A festa começou com o  grupo solta o bicho, cantando os tradicionais pagodes e levando muita animação para o público presente. A agremiação apresentou toda sua equipe para o carnaval 2023, presidente Tê declarou que coloca o carnaval na avenida com luta e ajuda da comunidade.  A império da Tijuca tem feito grandes carnavais, e para o carnaval de 2023 a verde e branco do morro da formiga vai brigar pelo título com muita garra,  “Enredo bem afro e de muita macumba, um enredo na linhagem da escola e produzido por uma equipe de total confiança. Sentamos com os carnavalescos e comissão de frente, estamos todos alinhados e buscaremos fazer um desfile para brigar pelo título”, declarou o presidente.

Logo após o presidente  saudar o público e agradecer a presença de todos, a equipe da agremiação  se apresentou com todos os responsáveis pelos  seguimentos no palco.

Uma das mudanças que a escola anunciou foi o novo design de sua  bandeira, no novo formato o desenho de uma formiga vem em cima da coroa, representando  e homenageando a comunidade da formiga,  aonde fica a sede da agremiação atualmente. Logo após a apresentação dos segmentos, se apresentou a  bateria da escola juntamente com o intérprete Daniel cantando antigos sambas. No palco  não faltou samba no pé, à rainha de bateria  Laynara Teles esteve presente, muito carismática a bela  acompanhou  o ritmo de sua bateria e  mostrou que está preparada para o carnaval 2023.

Também estiveram presentes  as escolas convidadas, império Serrano e unidos da Tijuca que fizeram a festa no Tijuca tênis clube. 

O enredo Cores do Axé será desenvolvido pelos carnavalescos Júnior Pernambucano e Ricardo Hessez, e apresenta a união de uma poderosa narrativa ao olhar precioso de quem soube reconhecer e se inspirar em um elemento tão potente e enriquecedor, imbuído da força primordial, transformadora e criativa: o Axé. Para a tradição nagô-iorubá, o Axé é a energia vital que está presente no universo desde sua criação. Com maestria, Carybé pintou e esculpiu o cotidiano do nosso povo. Dentre ritos e celebrações do terreiro, festas e aglomerações das ruas, vários momentos repletos de energia ganharam contorno nas obras do artista. O enredo se baseia no universo religioso afro-brasileiro a partir da obra do artista Carybé, carinhosamente por nós intitulado: Obá das Cores do Axé.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s