Jorge Amarelloh, Rei da bateria da Em Cima da Hora aposta na garra de Cavalcante para a escolha de um bom samba 

Nesta terça-feira, 15 de novembro, a partir das 16h, a e EM CIMA DA HORA fará a escolha de samba, rumo ao Carnaval de 2023. 

Além da expectativa da comunidade de Cavalcante pelo hino que vão cantar na avenida, Jorge Amarelloh, o Rei da Bateria da azul e branco, ressalta que o enredo – “Esperança, Presente” – traz um incentivo a mais para que a agremiação brilhe, resultando na vitória.

“Temos ótimos sambas na disputa e falar de esperança é algo que emocionante todos nós. Acredito que depois de uma fase conturbada pra todo brasileiro, agora é hora de seguir, buscando cada vez mais à esperança que existe em cada um de nós”.

Chamado carinhosamente pela comunidade de “Reizinho de Cavalcante”, Jorge Amarelloh está há dois anos à frente da bateria Sintonia de Cavalcante. 

Sambista apaixonado, ele acumula funções de  coreógrafo da comissão de frente do Acadêmicos do Engenho da Rainha; coordena os passistas do Paraíso do Tuiuti, cuida da parte coreográfica da amarelo e azul, além de, parceria com Alex Coutinho, administrar o projeto “Aos Passos do Paraíso”, que ensina samba no pé na quadra da escola de São Cristóvão.

Profissional reconhecido internacionalmente, Jorge Anarelloh começou sua trajetória com o ballet clássico e contemporâneo. Aos 15 anos, através de um intercâmbio, foi para Los Angeles, se aprimorar na dança. 

Jorge foi passista em diversas agremiações, como União da Ilha do Governador e São Clemente, além de ter sido diretor da ala de passistas da Alegria da Zona Sul. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s