Mila Schiavo, a primeira mulher a julgar o quesito Bateria

Por Cláudio Vieira

Pela primeira vez, em 90 anos de desfiles no Rio de Janeiro, o quesito Bateria terá uma mulher entre os julgadores do Grupo Especial. Trata-se da percussionista carioca Mila Schiavo, uma estudiosa sobre as performances criadas pelas baterias que se apresentam na Marquês de Sapucaí.

O anúncio foi feito na última segunda-feira, 20/12, quando o Coordenador de Julgadores da LIESA, Júlio César Guimarães, colocou sob a apreciação dos presidentes das 12 Agremiações os nomes dos sete novos julgadores, selecionados para preencherem as vagas dos que faleceram, pediram para sair ou foram substituídos dentro de um processo natural de remanejamento.

A reação dos presidentes foi de surpresa. Mas todos aceitaram muito bem as indicações do coordenador. Guimarães afirmou que os sete foram selecionados através de currículos enviados para a LIESA e depois foram entrevistados, sem que houvesse um relacionamento pessoal.

– Mila é percussionista profissional, acompanha grandes nomes da Música Popular Brasileira, entre eles Caetano Veloso, possui uma escola de percussão e é profunda conhecedora do trabalho apresentado pelas baterias das Escolas de Samba – afirmou.

De início, houve uma dúvida se outra mulher já havia atuado no quesito ao longo dos 38 anos de desfiles no Sambódromo. Antes disso, numa época em que o machismo imperava de forma intensa no comando das agremiações, e o quesito Bateria era tão importante que o Regulamento o designava como o primeiro para o desempate entre duas ou mais Escolas que alcançassem o mesmo número de pontos, isto seria praticamente impossível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s